• Odisseia, de Homero

  • Ulysses, de James Joyce

  • Menelau, forçado a voltar para casa pelo Egito por causa do mau tempo, acabou ficando preso lá, por não ter feito os rituais corretos perante aos deuses. Seguindo conselhos da filha de Proteu, descobriu onde encontrá-lo e como impedir suas constantes metamorfoses para que conseguisse prendê-lo e interroga-lo. Assim, Menelau obteve várias informações, dentre elas a maneira de regressar à sua terra; a forma da morte de Ajax (afundamento de seu navio) e de Agamênon (assassinado pela esposa – Clitenmestra – e seu amante – Egisto), e a informação de que Odisseu se encontrava cativo na ilha de Calipso.

  • Stephen enfrenta seu próprio Proteu na mutabilidade do intelecto. Instiga uma reflexão sobre o visível e o invisível, o mundo “existente” como algo que pede uma interpretação constante, a transformação de tudo no tempo e no espaço, na própria mente. A natureza só poderia ser interpretada através da interpretação de seus sinais com os olhos. Ele fecha os olhos por um momento e exclui o visível, como experiência, passando a se guiar pela audição. Há um paralelo entre as modificações do discurso com o movimento das ondas, marés e com a mutabilidade de Proteu. O próprio conceito de onda e maré carrega em si um significado de mudança e evolução. Stephen luta, em sua mente, com a mudança da aparência do mundo, em relação à realidade do mesmo. Ele apenas percebe a diferença entre estes conceitos após experimentar com os limites do audível e do visível dentro do parâmetro espacial (nebeneinader) e do temporal (nacheinander). Neste capítulo, tudo muda. Todos os elementos de cena, desde a água, até o cão e a forma do escritor de se comunicar.

{"cards":[{"_id":"586c38d598c3222f5b000011","treeId":"586c38a298c3222f5b00000f","seq":2919431,"position":1,"parentId":null,"content":"Odisseia, de Homero"},{"_id":"586c3c4e98c3222f5b000014","treeId":"586c38a298c3222f5b00000f","seq":2919438,"position":1,"parentId":"586c38d598c3222f5b000011","content":"Menelau, forçado a voltar para casa pelo Egito por causa do mau tempo, acabou ficando preso lá, por não ter feito os rituais corretos perante aos deuses. Seguindo conselhos da filha de Proteu, descobriu onde encontrá-lo e como impedir suas constantes metamorfoses para que conseguisse prendê-lo e interroga-lo. Assim, Menelau obteve várias informações, dentre elas a maneira de regressar à sua terra; a forma da morte de Ajax (afundamento de seu navio) e de Agamênon (assassinado pela esposa – Clitenmestra – e seu amante – Egisto), e a informação de que Odisseu se encontrava cativo na ilha de Calipso."},{"_id":"586c3bd498c3222f5b000013","treeId":"586c38a298c3222f5b00000f","seq":2919432,"position":1.5,"parentId":null,"content":"Ulysses, de James Joyce"},{"_id":"586c407c98c3222f5b000015","treeId":"586c38a298c3222f5b00000f","seq":2919439,"position":1,"parentId":"586c3bd498c3222f5b000013","content":"Stephen enfrenta seu próprio Proteu na mutabilidade do intelecto. Instiga uma reflexão sobre o visível e o invisível, o mundo “existente” como algo que pede uma interpretação constante, a transformação de tudo no tempo e no espaço, na própria mente. A natureza só poderia ser interpretada através da interpretação de seus sinais com os olhos. Ele fecha os olhos por um momento e exclui o visível, como experiência, passando a se guiar pela audição. Há um paralelo entre as modificações do discurso com o movimento das ondas, marés e com a mutabilidade de Proteu. O próprio conceito de onda e maré carrega em si um significado de mudança e evolução. Stephen luta, em sua mente, com a mudança da aparência do mundo, em relação à realidade do mesmo. Ele apenas percebe a diferença entre estes conceitos após experimentar com os limites do audível e do visível dentro do parâmetro espacial (nebeneinader) e do temporal (nacheinander). Neste capítulo, tudo muda. Todos os elementos de cena, desde a água, até o cão e a forma do escritor de se comunicar. "}],"tree":{"_id":"586c38a298c3222f5b00000f","name":"Ulysses x Odisseia","publicUrl":"ulysses-x-odisseia"}}